Mexico Urgente 2.0

Lugar de mulher é onde ela quiser. E as mulheres escolheram as ruas!

Eventos     Juntas!

Marcha das Vadias em São Paulo

Quando uma mulher avança, nenhum homem retrocede, e nesse final de semana, 26 e 27 de maio, foi um grande avanço para todas as mulheres. De norte a sul do Brasil, o Juntas participou das Marchas das Vadias, que reuniram milhares de mulheres e homens em Belém do Pará, Recife, Brasília, São Paulo, São Carlos, Rio de Janeiro, Porto Alegre, entre outras, lutando por um mundo sem machismo. Cartazes e os próprios corpos foram pintados com frases como: “Meu corpo, minhas regras”, “Não quer dizer não”, “Minha saia não é um convite”, “Se ser vadia é ser livre, então somos todas vadias”, colorindo as avenidas de todo o país.

Marcha das Vadias - Recife (PE)

A Marcha das Vadias teve início no Canadá, em 3 de abril de 2011, quando um grupo de mulheres revoltou-se contra a afirmação de um policial que disse que, para evitarem estupros,  as mulheres não deveriam se vestir como “vadias”. Desde então, as marchas foram organizadas ao redor do mundo a fim de combater a violência contra a mulher, pois a sociedade machista culpa a própria vítima de ser a causa do estupro, em vez do estuprador. Pelo direito de escolha da mulher pelo seu próprio corpo, ao aborto seguro, e da mulher se vestir como quiser.

Marcha das Vadias em Belém (PA)

No Rio de Janeiro, mais de 500 pessoas. Em São Paulo a marcha reuniu mais de duas mil pessoas. Em Brasília, mais de três mil. No centro de Belém foi tomado por mais de 700 pessoas. Em São Carlos foram mais 400. Em Porto Alegre, a marcha contou com mais de 2 mil pessoas. Somente no sábado foram realizadas mais de 20 marchas pelo Brasil. A marcha que neste ano ganhou uma dimensão nacional, e significou um fortalecimento do feminismo, rejuvenescido, e com muita criatividade. O uso das redes sociais e as campanhas visuais foram verdadeiras campanhas de conscientização sobre a pauta. Com a presença de muitas mulheres e homens, na maioria jovens, os atos foram espaços politizados, debatendo a importância dos direitos das mulheres, como autonomia ao corpo e combate à violência.

Marcha das Vadias - Porto Alegre (RS)

A unidade de ação dos dias 26 e 27 de maio foi um exemplo de organização e um sinal do que está por vir. Nós mulheres somos hoje protagonistas nas lutas pelo mundo. E a marcha das vadias está dentro deste contexto. Nós do Juntas! fomos parte desse processo de mobilização e organização das mulheres e continuaremos cantando por outro futuro: te cuida seu machista, o mundo vai ser todo feminista.

Juntas!

Comentários

Deixe uma resposta