Acampamento do jornal Juntos! mobiliza juventude para debater o socialismo e organizar a luta!

26/jan/2011, 23h49

De 22 a 25 de janeiro, em Cordeirópolis, São Paulo, foi realizado o Acampamento do Jornal Juntos!. Em um ambiente de muito debate político e de companheirismo, participaram do acampamento 80 jovens da USP, do Emancipa, mas também jovens de Campinas, Itapevi, São Carlos e Santa Gertrudes. Eram universitários, secundaristas e militantes da educação popular que discutiram intensamente três temas: o caráter do Estado, as lutas na América Latina contra o imperialismo e a importância da organização e luta política da juventude.

Num momento de estabilidade do regime político brasileiro e de dificuldades para o avanço da luta socialista, a juventude tem dado mostras de que está disposta a organizar-se para a luta e a transformação de nossa sociedade. São exemplos do vigor e disposição de luta da juventude as mobilizações organizadas contra o aumento da passagem de ônibus em São Paulo, João Pessoa e Porto Alegre. Vimos também, muitos jovens engajados nos protestos contra o aumento do salário dos parlamentares e nas ações de solidariedade às vítimas da tragédia na região Serrana do Rio. Tais fatos demonstram a situação da política no Brasil, pois ao mesmo tempo em que muitos sofrem com o descaso do poder público e outros são penalizados com cobranças abusivas do preço dos transportes, os políticos profissionais se deleitam com o aumento abusivo de seus salários.

Nesse sentido, as dezenas de jovens que se dispuseram a tomar parte no acampamento e nas discussões são a comprovação viva de que é possível romper o discurso falso e triunfalista encabeçado pela velha política, que nega a importância da organização e da luta e busca convencer a todos de que nosso país encaminha-se para o mundo desenvolvido. A juventude dá mostras de que está disposta a ver as possibilidades de ação abertas e a mobilizar-se. A formação política, então, não pode servir como simples emulação intelectual, senão como um guia para a ação, um instrumento que potencialize a ação concreta e a luta revolucionária. Consideramos a formação e o debate teórico fundamentais para a construção de uma organização política viva, que possa ligar-se ao destino do povo e utilizar, sem vacilação, todas as possibilidades abertas para a construção da luta socialista.

O PSOL, por isso, tem-se mostrado a verdadeira alternativa para todos aqueles, em especial na juventude, que acreditam na possibilidade de transformar radicalmente a sociedade. De nossa parte, no MES, temos incentivado a prática cotidiana para a construção de um partido de ação e a formação permanente dos militantes. De nossa tradição, discutimos no acampamento a construção de organizações políticas vivas, o estímulo à ação concreta e o internacionalismo.

Dando consequência aos cursos realizados ano passado sobre marxismo, materialismo histórico e dialética, o Acampamento de Juntos! engajou 80 jovens em 10 horas de estudo diárias durante quatro dias sobre organização e ação política da juventude. Com palestras de abertura e encerramento, grupos de discussão e espaços de socialização, pudemos, coletivamente, avançar na formação de novos sujeitos e na compreensão de nosso papel militante. Fizemos dos livros, debates, risos e lágrimas o combustível para uma organização de juventude ampla e revolucionária!

O saldo do encontro foi uma juventude ainda mais combativa e convencida da importância de lutar. Terminamos o acampamento organizando uma ampla comissão de colaboradores do Juntos! que, a partir de agora, estarão conosco construindo esta nova ferramenta, cujo papel principal será potencializar a luta da juventude pelo socialismo. Os exemplos que agora vemos na Tunísia, Egito, Iêmen e Jordânia mostram a atualidade da luta revolucionária. Juntos, daremos nossa contribuição!

Veja abaixo algumas fotos do Acampamento da Juventude do Juntos!