É DE LUTA E É COMBATENTE, DCE DA UEFS VAI SAMBAR DIFERENTE!

30/mar/2016, 08h50

12800154_977744912301116_2245794425193587847_n

O ano de 2016 começou fervendo na Bahia! Se em 2015, a greve de mais de 70 dias das universidades estaduais colocou fogo na luta do movimento estudantil contra um projeto de governo que corta da educação e investe na polícia, esse ano, a unidade na diversidade foi a responsável por uma importante vitória nas eleições de DCE da Uefs. Os muros da burocracia governista ruíram ao som estrondoso de um samba de luta e o resultado foi o primeiro DCE entre as quatro estaduais baianas, pelo menos nos dois últimos anos, longe do domínio do governo petista.

A importante vitória em um cenário tumultuado pelos cortes, qu12734104_564425957058516_8319174649545043823_ne tem atingido as/os estudantes, principalmente quando se fala em permanência (bandejão, bolsas, residências, etc.), e as/os trabalhadores (somente até agora já são aproximadamente 150 demitidas/os), demonstra em como as últimas gestões de DCE não responderam as principais necessidades da universidade e em como o governo do PT (no poder há 10 anos) trata a educação da mesma forma que seus antecessores carlistas.

É preciso radicalizar a democracia interna na universidade e mobilizar pra luta. Nós estudantes precisamos ocupar as praças, os canteiros, toda a universidade e sentir que é o momento de invadirmos a história e desenhar o curso da trajetória que queremos seguir. Vencer o governismo e a direita e avançar no terceiro campo. Sim, porque há quem sambe diferente!