O povo de Sorocaba botou Crespo pra fora!

25/ago/2017, 00h13

*Juntos! Sorocaba

Hoje (24), o prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM) teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores da cidade, depois de ter sido indicado por crime de prevaricação em CPI presidida pela vereadora Fernanda Garcia do PSOL.

José Crespo é acusado em vários processos por agredir e humilhar a vice-prefeita da cidade, Jaqueline Coutinho, depois dela denunciar um diploma de conclusão do Ensino Médio falso da assessora direta de Crespo.

À época, Crespo expulsou a vice do cargo e a impediu de entrar no gabinete, e foi à público diversas vezes dizer que todo o caso estava resolvido e foi desmentido em todas elas por Jaqueline.

Crespo, no segundo turno das eleições do ano passado contra Raul Marcelo (PSOL), fez uma campanha baseada no terrorismo eleitoral, dizendo que era o candidato da moral e dos bons costumes e o único que tinha maioria na Câmara Municipal para governar. Por ironia do destino, ou não, foi cassado pela maioria dos vereadores, indiciado por uma CPI presidida pelo partido que, segundo ele, ficaria isolado e não conseguiria governar.

Crespo aparecia todas as semanas na televisão local para se defender contra a crise política instaurada na cidade e mostrando sua incapacidade de governar. A maioria absoluta da população desaprovou essa que, arriscamos dizer, foi uma das piores gestões da história de Sorocaba.

A queda de Crespo foi acompanhada por centenas de pessoas na Câmara, que seguravam cartazes escrito “Crespo mentiroso” e “Crespo machista”, e foi resultado de muita pressão popular.

Essa foi uma vitória de todo o povo sorocabano.