O povo de santo resiste!

Não são poucos os casos de intolerância relgiosa e racismo contra as religiões de matriz africana. “É necessário fazer dos terreiros e das comunicadas “quilombos de resistência”.