O Rio Gramame quer viver em águas limpas

13/mar/2018, 12h03

Por: Matheus Lacerda – Juntos! PB

No último dia 09 de fevereiro foram despejados pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), cerca de 40 mil litros de soda cáustica no Rio Gramame, que atravessa os limites das cidades de João Pessoa e Conde.

Após o crime ambiental foi constatado pela Defesa Civil a morte de peixes, prejudicando as comunidades ribeirinhas da região que dependem da atividade de pesca como fonte de renda e subsistência.

Embora a estatal negue a contaminação da água distribuída pela Estação de Tratamento de Gramame, não há garantia de que outros crimes ambientais possam ocorrer e trazer prejuízos sócio-ambientais ainda maiores. É preciso responsabilizar o governo da Paraíba pela administração da Cagepa e sua relação com a empresa que fornece o tanque cilíndrico que armazenava o material que vazou no Gramame!

Por isso, neste sábado (03/03), o movimento Ocupe o Gramame, junto a comunidades do Vale do Gramame, programas de educação ambiental e movimentos sociais foram às ruas em defesa da água.

Sob o grito: “O Rio Gramame Quer Viver Em Águas Limpas” desaguamos na Epitácio Pessoa rumo ao mar pra exigir nosso direito ao trabalho e ao meio ambiente saudável! Nós do Juntos! nos solidarizamos com a luta das comunidades do Gramame em defesa dos rios e mananciais limpos!