Revisão da Lei da Anistia já!

Torturas e execuções eram política de Estado. O documento confirma o conhecimento pelo então presidente Ernesto Geisel do assassinato de opositores do regime na cruel Ditadura Brasileira.

67 pessoas já assinaram.
Ajude-nos a chegar em 1.000!
Clique para assinar

O memorando encontrado pelo pesquisador de Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas Matias Spektor é mais um que traz a tona a faceta cruel da Ditadura Brasileira. O documento confirma o conhecimento pelo então presidente Ernesto Geisel do assassinato de opositores do regime. Torturas e execuções eram política de Estado.

Para alcançarmos uma democracia real, os entulhos da ditadura precisam ser enfrentados e superados. Não é possível consolidar uma democracia sem que haja apuração e punição para os crimes da ditadura. A sociedade brasileira precisa conhecer essa história, para que ela nunca mais se repita.

Os responsáveis por tais crimes não podem ficar protegidos pela Justiça. Por isso, é necessário uma revisão da Lei da Anistia. Se você concorda, assine este abaixo assinado e nos ajude nessa campanha.