O começo

07/jan/2011, 21h11

por Maurício Costa

Olá a todos e todas! Esse é o jornal Juntos!, uma nova idéia para divulgar iniciativas e debater questões de interesse da juventude no Brasil e no mundo. Diferente dos outros jor­nais, o Juntos! pretende abrir espaço e dar voz as expressões e reivindicações dos jovens na cultura, lazer, educação e em out­ros temas pouco tratados pela mídia empresarial, a elite que controla a maioria das rádios, TVs e jornais. Pretendemos nesse jornal juntar jovens de diferentes realidades através da prática, aproximando e impulsionando o maior número de lutas contra a injustiça de nossa sociedade, com a certeza da mudança e a esperança de um futuro melhor.

Nossa principal tarefa é despertar a crítica dos absurd­os que nos cercam e parecem naturais, como a corrupção, a vi­olência, a desigualdade, a miséria, etc, refletindo sobre as causas desses absurdos e utilizando nossa revolta de forma eficaz, or­ganizando lutas pela maioria da população contra os interesses dos poderosos. Somos socialistas e defendemos uma sociedade onde todos tenham direito a dignidade e ao trabalho, onde as pessoas sejam definidas por suas ações e não pelo o que pos­suem.

E para isso estamos sempre em construção. O Juntos! é um espaço aberto à participação de todos, um espaço de reflexão e ação da juventude. Sintam-se a vontade para entrar em contato, esse é um projeto coletivo.

Nessa edição nosso tema principal é a violência. O suc­esso do filme Tropa de Elite levou muita gente a refletir sobre esse assunto, um problema social que alimenta e é alimentado por interesses de alguns políticos, empresários e outros crimi­nosos de terno. Na matéria sobre o deputado Marcelo Freixo (o deputado Fraga da vida real), mostramos os motivos reais do problema, e como o sistema faz de tudo pra que nada mude. Nessa guerra a corrupção e a violência da polícia fazem com que ela seja tão ruim quanto o tráfico.

Também falamos sobre as eleições desse ano, as mais mornas já vistas. Dilma, Serra e Marina concordavam que nada tinha que mudar no Brasil, e nossa futura presidenta já garantiu que tudo vai continuar como está. O único que falou de temas importantes (economia, saúde, educação, cultura, transporte, etc) foi o Plínio de Arruda Sampaio, o velhinho que falou ver­dades com coragem e desmascarou os outros candidatos em toda oportunidade.

Em toda edição traremos também um assunto inter­nacional, e nessa mostramos a luta da juventude francesa contra as reformas aplicadas pelo presidente Sarkozy, o mesmo que chamou os jovens da periferia parisiense de “escória”. Países ricos como a França vêm sofrendo com problemas econômicos cada vez maiores e quem mais sofre com isso são os jovens, principalmente filhos de imigrantes pobres, que não conseguem emprego e convivem com a violação de seus direitos e a ex­clusão.

E não poderíamos deixar de falar um pouco sobre o histórico show do Rage Against the Machine no Brasil, com letras contestadoras e rebeldes em um evento no qual grandes empresas se fingiam de boazinhas fazendo propaganda ecológi­ca, como se a juventude fosse tapada o bastante para acreditar que empresas como a OI, a Coca Cola, a Nestlé e a Heineken se importam com o meio ambiente e com os jovens.

Temos ainda mais. Na USP acontecerão as eleições do Diretório Central dos Estudantes (DCE), em Itapevi os se­cundaristas estão se organizando por uma biblioteca municipal, a Rede Emancipa de Cursinhos Populares vai abrir mais uni­dades no ano que vem, entre outras notícias e dicas.

Esperamos que gostem do jornal. Juntos! espera por sugestões e a participação de todos, no jornal e principalmente nas nossas lutas do dia-dia. Como diria Che Guevara: “Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros!”.

Vamos juntos!

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017