Nota do Juntos: A juventude brasileira está com Pinheirinho!

22/jan/2012, 15h40

São Paulo, 22 de janeiro de 2012.

A brutal desocupação de Pinheirinho chocou o país. Mortes, feridos, prisões, truculência. O governador Alckmin utiliza de métodos fascistas para impor a vontade do criminoso e especulador Nahi Najas.

Repudiamos esta postura, de guerra contra os pobres, marca da gestão tucana a frente do governo paulista.

O dever da juventude, das entidades estudantis é se colocar na primeira fileira desta batalha. Não apenas em palavras, mas, sobretudo em ações. É hora de agir.

Estamos nos integrando em todas as atividades de solidariedade, nas capitais, nas redes sociais. É necessário que todos os DCE´s, a UNE, grêmios, entidades, artistas, coletivos tomem como PRIORIDADE esta pauta. Esquecer diferenças e ganhar uma agenda comum. Precisamos impedir a continuidade deste banho de sangue.

O governo federal deve intervir. É de sua “conta” também o acontece em Pinheirinho.

É hora de manifestar-se. Cole um adesivo na sua página no Facebook. Participe de atos. Organize discussões com colegas, amigos. O fundamental é esclarecer a maioria da opinião pública. E ganhar as ruas. Todo tipo de ato, passeata será importante.

Não podemos deixar Pinheirinho só. Ao contrário, a juventude que enfrentou Alckmin com greve na USP, manifestações na Paulista tem o DEVER e a obrigação de lutar nesta trincheira.

Nos colocamos a serviço desta construção, que deve ser plural e ampla. Lutar e vencer.

Somos todos Pinheirinho!

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017