Um basta à corrupção!

22/abr/2012, 19h18

*Paola Rodrigues

Um único escândalo e uma série de envolvidos, do governo à oposição.

O escândalo do caso Cachoeira, que está percorrendo o Brasil, foi o principal alvo do Dia do Basta no país. Em várias capitais, principalmente em Belo Horizonte (MG), Sobral (CE),  Belém (PA) e Distrito Federal (GO), o JUNTOS! saiu em peso às ruas para exigir o fim da roubalheira e mostrar o seu descaso com a maioria dos políticos do Brasil. No DF, mais de 10.000 pessoas participaram das mobilizações neste último sábado (21.04).

Com repercussão nacional, o esquema do bicheiro dava suporte à exploração ilegal de máquinas caça-níqueis, bingos de cartelas e jogo de bicho em Goiás, e com isso montou-se um incrível esquema de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, contrabando e corrupção. Para dar sustentação a todo o crime faziam parte desse esquema pontuais políticos brasileiros. Tudo era orquestrado juntamente com os governos do Distrito Federal (de Agnelo Queiroz -PT), de Goiás (de Marconi Perillo – PSDB), e com o senador Demóstenes Torres, eleito pelo estado goianiense, expulso recentemente do partido Democratas (DEM – GO).

Suspeita-se que Cachoeira fazia indicações de cargos para o governo de Goiás; revelações da Polícia Federal mostraram que Demóstenes Torres tinha direito a 30% da arrecadação geral do jogo clandestino (calculada em aproximadamente 170 milhões de reais nos últimos seis anos); e uma interceptação telefônica da Polícia Federal mostrou a tentativa de Agnelo Queiroz de se aproximar de Cachoeira. Além desses, mais três políticos goianos foram identificados como envolvidos no escândalo: deputados federais Carlos Alberto Lereia (PSDB), Jovair Arantes (PTB) e Rubens Otoni (PT).

Como resultado desse jogo sujo entre corruptos e corruptores, Carlinhos Cachoeira acabou sendo preso no dia 29 de fevereiro, alvo principal da Operação Carlinhos Cachoeira, e a criação de uma CPI mista foi aprovada no Congresso Nacional. Somente a investigação do caso não é o suficiente. Queremos a saída de Agnelo e de Marconni de seus postos governantes!

Leia também a contribuição sobre o dia do Basta de Renan Dias, de Sobral (CE):

“Mais uma vitória conquistada pela juventude sobralense que com muita garra e dedicação pôs nas ruas do centro de Sobral, cidadãos que não se conformam com o aparelho governamental corrupto. No dia nacional do basta contra a corrupção, a cidade de Sobral que já vem sendo comandada por uma oligarquia há muito tempo, acordou com as palavras de ordem que estudantes, trabalhadores e desempregados gritavam em alto e bom som para acordar aqueles que estão sendo enganados.
A mobilização que teve concentração na praça de “Cuba” antiga praça da “Meruoca” teve uma total aceitação pela população que como eles falaram “essa é uma iniciativa que a juventude estava perdendo, e hoje nós ficamos felizes em ver essa juventude nas ruas”.
E com a caminhada em percurso pelas ruas do centro a cada esquina tivemos mais apoio e força, pois como é de se saber juntos somos mais fortes.Tivemos assim o resultado muito positivo aqui na nossa cidade de Sobral e demos ao poder público nosso grito de indignação e não a corrupção. E se estivermos juntos nessa luta seremos mais fortes do que realmente pensamos.”

 *Paola Rodrigues é estudante de Jornalismo e do DCE da UFRGS.

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017