Em Portugal, Juntos por outro futuro para o Brasil

23/jun/2013, 16h10

Marcello Ferreira e Manuela Alves são estudantes da Engenharia de Biossistemas da USP em Pirassununga e militantes do Juntos. Estão fazendo intercâmbio em Lisboa e Porto, respectivamente, e escreveram sobre os atos que participaram nessas cidades de Portugal em apoio ao levante juvenil e popular no Brasil.

Lisboa

— Marcello Ferreira

lisboa Centenas de brasileiros presentes em Lisboa se concentraram no fim da tarde do dia 18 de junho, às 17h (horário local) em frente ao Consulado Brasileiro, na Praça Luís de Camões para um ato de apoio às manifestações que ocorrem no Brasil desde a semana passada. Além de brasileiros, muitos portugueses, turcos e angolanos participaram em caráter solidário para com a causa defendida.

O que se via era a agonia de estar longe do seu país em momento tão importante. “Verás que um filho teu não foge à luta” era a frase que soava com mais sonoridade durante as várias execuções do Hino Nacional. E no entanto, mesmo com os problemas que a nação enfrenta, mesmo com a saudade de casa e desta agonia citada, os manifestantes em Lisboa cantavam e protestavam em forma festa com a alegria característica do brasileiro, para lembrarmos aos que pensam que mandam no país que o povo está vivo. Vivo, alegre e disposto a lutar pelos seus direitos.

Porto

— Manuela Alves

manu Um Ato em apoio às Manifestações do Brasil totalmente pacífico aconteceu hoje, dia 18/06/2013, na Praça dos Aliados em Porto, Portugal. O evento teve início as 17 e terminou por volta das 19 horas. Contou não só com brasileiros, mas também com portugueses e turcos que apoiam nossa causa, e nos deram palavras de incentivo ao decorrer da manifestação.

Centenas de cartazes, com os diversos tipos de protestos e reivindicações foram trazidos pelos manifestantes, assim como palavras de apoio ao não conformismo e apoio ao Brasil. A maioria presente eram estudante que por várias vezes gritaram “Nas ruas, nas praças, quem disse que sumiu? Aqui está presente o Movimento Estudantil!”

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017