Da paixão à Revolução: apontamentos do Juntos! de Montes Claros

05/jul/2013, 22h53

Link: https://www.facebook.com/JuntosMontesClaros?fref=ts

”…que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica
nem com balanças nem barômetros etc.
Que a importância de uma coisa há que ser medida
pelo encantamento que a coisa produza em nós.”
Manoel de Barros

Deveras, o encanto da luta é o horizonte palpável e aprazível da mudança que se constrói. E foi nesse mister de obstinação e transformação que surgiu o JUNTOS! em Montes Claros, no coração nortenho das Minas Gerais, instigando uma nova leva de cidadãos que almejam por inquietude. Embora saibamos dos ardilosos combates que travaremos, dos impetuosos discursos antilibertários, das ameaças injustificáveis e dos alardes destrutivos alicerçados na velha política do coronelismo, NÃO RECUAREMOS! E assim faremos por acreditarmos que nossas bandeiras plurais tremulam com ventos de renovação.
A juventude mundial tem passado por uma profunda metamorfose: da aparente apatia à política e seus apetrechos para o vislumbre de sua força motriz ao toque do desenrolar da História. Uma onda contínua e avassaladora, que arrebatou corações juvenis sedentos por “novos rumos”. Inspirados nos ares da Primavera Árabe e das manifestações que abarrotaram de gente as ruas da Grécia, Chile e, recentemente, Brasil, o JUNTOS! despontou-se nacionalmente e seus reflexos também se fizeram sentir nos estudantes montes-clarenses: convidou-nos a adentrar nos campos do debate e a sentir o doce perfume da revolução.
“Só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca”, a lição valiosa que nos deixou Darcy Ribeiro transborda o plano das citações para propor-nos ATITUDE. É não calarmos diante das injustiças montadas tão visivelmente neste sistema falido. Dessa forma, ainda que receosos pelo medo de errar ou pelas palavras desestimulantes de alguns, implantamos uma unidade do cursinho popular da Rede Emancipa em fevereiro deste ano no bairro São Geraldo II (região periférica e pouco assistida pelas políticas públicas do município). A educação é o maior tesouro que um homem pode ter, e brevemente seus frutos serão colhidos pela população dessa comunidade.
Na esteira desses acontecimentos, uma figura peculiar aparece. O senhor prefeito Ruy Muniz – com todo o seu império forjado a golpes em bancos -, já é bastante conhecido nos tribunais de justiça do Brasil (sua carreira judicial vai desde processos em áreas trabalhistas à suspeitas de crimes de extorsão, formação de quadrilha e sonegação de impostos). Apesar de todo esse currículo, tornou-se Chefe do Executivo municipal e tem mostrado a que veio: autorizou ilegalmente o repasse do Fundo Municipal da Educação no valor de R$ 1.300.00,00 para a APAS (Associação de Promoção e Ação Social), a qual é administrada pela primeira-dama Raquel Muniz. Outra atitude nefasta que pretende nosso prefeito é a realização de um empréstimo que beira os 170 milhões de reais, dinheiro este que não foi esclarecido onde será
investido. Ao senhor prefeito, um recado: “Apesar de ter intimidado alguns de nossos militantes na reunião ILEGAL realizada no dia 29 de junho, ESTAMOS VIGILANTES e o JUNTOS! está pronto para acionar, quando necessário, as instituições responsáveis para que tomem as devidas procedências legais!”.
Entre os dias 29 de maio e 02 de junho de 2013 realizou-se em Goiânia-GO o 53º CONUNE, evento que contou com a participação de milhares de estudantes do país. Entre as dezenas de delegações presentes estava a nossa. Mobilizamos inúmeras formas de arrecadação de verbas para que o nosso desejo de participar do congresso se tornasse possível: desde pedágios em avenidas da cidade à venda de doces nas universidades. Valeu a pena. A experiência foi engrandecedora para a nossa mente e alma, pois a partir dali, ideias borbulharam de modo efusivo e começamos a entender que juntos somos mais fortes. Vimos que temos um espaço a ocupar dentro das faculdades (através da disputa dos DCE’s, por exemplo) e a missão de chamar os olhares da população para o que acontece dentro dos órgãos administrativos do município.
Tudo isso nos encanta e nos força a continuar; e não é passível de ser medido. O que está nas entrelinhas produz energia inacabável; e capta-nos; e forja-nos. Traz-nos a certeza de que a luta proposta a nós do JUNTOS! romperá com o fio invisível da subalternação; revelará as caras dos que se dizem baluartes do “novo” mas que na verdade trazem em sua essência a antiga forma de se fazer política: na base da troca de favores e no estralar furioso do chicote. Tomaremos como tônica da nossa forma de agir o respeito à diversidade, o reconhecimento da educação como mecanismo de transformação social, a primazia pela independência e o fortalecimento de uma consciência cidadã preocupada com os grupos minoritários. Como dito anteriormente, os caminhos serão tortuosos e cheios de empecilhos – não se enganem! -, mas as bandeiras já estão levantadas e o motivo do combate nos embriagou de paixão.

*Militantes do Juntos! de Montes Claros.

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017