Rodoviários de Porto Alegre arrancam 2014 com greve vitoriosa

11/fev/2014, 19h12

Por Juntos! RS
Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Foto: Ramiro Furquim/Sul21

No 15º de greve prestes a ter o ajuizamento do dissídio decretado, com a certeza da vitória da queda do banco de horas, os trabalhadores rodoviários receberam uma última proposta da patronal que já reconhecia o fim do banco e reajustes acima da inflação. Foi o reconhecimento público dos patrões sobre a força da greve. Certamente a oferta da patronal não foi caridade, foi arrancada com muita organização e mobilização.

Há mais de 25 anos operando sem licitação, por tanto na ilegalidade, a ganância dos empresários nunca havia encontrado um adversário tão forte quanto a organização dos rodoviários que em aliança com a juventude estão fazendo Porto Alegre tremer.

Em 2013, a luta dos rodoviários foi combustível importante para a derrubada do aumento das passagens. E depois que a passagem caiu aqui, todo mundo sabe o que aconteceu no resto do Brasil.

Em 2014, atropelando o sindicato amigo dos patrões, estão na maior greve do transporte da cidade. A segunda colocada ficou na história com 2 dias a menos que a desse ano. Entre as vitórias, podemos destacar as que chegaram antes mesmo da greve: a organização de assembleias legitimas, onde o rodoviário realmente decide e a atenção que a pauta do transporte público merecia na sociedade.

Na noite do dia 10 de fevereiro, com um temporal agitando Porto Alegre, os trabalhadores rodoviários resolveram rejeitar a última proposta dos patrões e apostar nas vitórias que podem vir com o ajuizamento além da queda do banco de horas.

O resultado chega no dia 17 e até lá a sociedade deve pressionar para que a justiça seja justa com a família rodoviária. Se não for, será cúmplice dos empresários e da prefeitura nos transtornos que uma nova greve causará ao povo de Porto Alegre. Independente do resultado, os rodoviários já são vitoriosos. Estão mostrando a sua força, sua organização e estão fazendo a experiência de decidir democraticamente sobre seu próprio futuro!