Semana Edson Luís: A nossa coragem é o medo deles

23/mar/2014, 19h51

Dia 28 de março de 1968 tomba Edson Luís no restaurante Calabouço, no Rio de Janeiro. Jovem, migrante do Pará, secundarista, como muitos de nós. Foi o primeiro estudante a ser morto durante um protesto, às vésperas da promulgação do AI-5. Sua morte foi o gatilho de uma das maiores marchas contra a ditadura. Quando foi baleado, Edson Luís multiplicou-se por cem mil que se insurgiram contra o regime opressor. Este ano completará 50 anos do golpe militar que instaurou a Ditadura Civil-Militar no Brasil e essa data não vem num ano qualquer. 2014 é o ano da Copa do Mundo, evento que não só escancara prioridades orçamentárias absurdas, onde saúde e educação passam longe, mas revela também um projeto de Governo onde segurança é sinônimo de repressão e manifestação vira “desordem pública”.

As manifestações de Junho do ano passado mostraram a necessidade de tomarmos a política nas mãos e levá-la para as ruas, e que o jeito dos velhos partidos de conduzirem o país não responde mais aos anseios do conjunto da população. Por isso é cada dia mais necessária uma Reforma Política que vire essa lógica do avesso e rompa o monopólio dos partidos no exercício da política. Porém, enquanto isso a presidenta Dilma quer baixar um AI-5 padrão FIFA, a Lei Antiterrorismo que tramita no Congresso – que na verdade é uma lei anti-protesto para tentar calar os milhares de brasileiros que levantam a voz contra as contradições da Copa.

É por tudo isso que do dia 26 de março ao dia 1 de abril o Juntos! construirá a semana Edson Luís, não só para relembrar o quão devastadora foi a ditadura e que não deve se repetir nunca mais mas também discutir e combater os seus resquícios. Somos todos Edson Luís quando lutamos para criar grêmios em escolas onde a direção tenta nos impedir, quando lutamos por melhorias nas condições de trabalho como fazem agora os garis de Niterói, inspirados pelos garis do Rio e como fizeram os rodoviários de Porto Alegre. Somos todos Edson Luís quando contagiamos nossos colegas com a coragem que nos leva a ação. Temos todos de ser cada um de nós uma frente de batalha, pois a nossa coragem é o medo deles!

Venha construir conosco a Semana Edson Luís! De 26/03 a 01/04 se você quiser realizar um debate sobre a Ditadura e os 50 anos do Golpe Militar, uma roda de conversa sobre os problemas de falta de democracia e estrutura na sua escola, uma oficina de stêncil e grafite na praça, um protesto na sua escola, bairro, cursinho, universidade ou cidade entre em contato conosco. O Juntos! está organizando uma série de atividades como essas por várias cidades no Brasil todo, você pode se somar ou nós podemos ajudar você e seus colegas a organizar e divulgar suas iniciativas!

 

Confira aqui o Calendário Nacional da Semana Edson Luís. Não deixe de participar!

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017