Estudantes Mobilizados: luta UFFS!

29/maio/2014, 12h14

Por Rafael Silva

No dia 26 de maio, aconteceu uma paralisação dos estudantes na Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS. Essa reação teve como pauta a construção de Trevo de Acesso ao Campus Definitivo prometido a quatro anos pelo Governo Tarso e a melhoria das condições da Universidade.

A UFFS foi mais uma das vítimas da má implementação do Programa de Reestruturação das Universidades – REUNI. A pouca verba repassada pelo Governo Federal combinada com uma expansão sem qualidade resultam hoje em uma Universidade debilitada e que impõe diversas restrições aos estudantes no que diz respeito a estrutura, assistência estudantil e uma constante falta de professores.

Na UFFS de Erechim, não existe um Campus Definitivo. Os estudantes são constantemente realocados em escolas dividindo um espaço já insuficiente com os estudantes do Ensino Médio. Os cursos de plantio têm que utilizar um laboratório da escola e plantar em pequenos vasos. Enquanto isso, os equipamentos milionários estão parados na Universidade sem utilização alguma.

A assistência estudantil é outro ponto caótico, ou melhor a inexistência dela gera o caos para os estudantes. Não existe um Restaurante Universitário, nem uma Moradia Estudantil. Em contrapartida no ano em que a UFFS adere ao SiSu ela também reduz drasticamente o auxílio permanência. A situação é claro diversos estudantes, cheios de sonhos, vindos de todos os cantos do país se deparam com os piores pesadelos ao chegarem.

Toda a nossa indignação e luta culminou em uma ocupação de mais de 30 dias, sendo que nós do Juntos fomos parte ativa dessa mobilização.

Lutamos por melhores condições para todos os estudantes. Exigimos um Campus Definitivo que permita uma real convivência Universitária. Queremos também permanência de qualidade com um Restaurante Universitário e uma Moradia Estudantil. Por uma Universidade que se pinte de povo!

*Por Rafael Silva Duarte, Estudante de Ciências Sociais, da Universidade da Fronteira sul UFFS Erechim, Militante do Juntos!

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017