Todo apoio ao movimento estudantil da Unesp Rio Claro!

Juntos 17/maio/2015, 20h01

Na primeira semana de maio de 2015, 31 estudantes da UNESP de Rio Claro passaram a ser sindicados por terem ocupado o prédio do Instituto de Biociências no começo do ano passado. O Instituto é o responsável por administrar a assistência estudantil e as bolsas de extensão para os alunos do campus e, no ano passado, passou a dificultar o acesso dos estudantes carentes a esses recursos. Diante da moradia superlotada, a diminuição do auxílio e a falta de interesse dos administradores em dialogar com os estudantes para resolver o problema, a ocupação teve início e foi prontamente reprimida dias depois com a reintegração de posse promovida pela PM. Mais de um ano depois, a sindicância sem critério atinge alunos que estão ainda no primeiro ano de universidade, alem da bestialidade inacreditável de acusar os alunos de “crimes” como “portar cópia do manifesto do partido comunista”.

O estado que aprofunda cada dia mais o corte de investimentos na educação pública superior e básica é o mesmo estado que criminaliza professores e estudantes. A perseguição política ao movimento estudantil é inaceitável e não passará!

O Juntos, que no ano passado apoiou a ocupação, agora se solidariza com os 31 estudantes perseguidos politicamente, e se disponibiliza uma vez mais para se somar na luta dos estudantes da UNESP por menos cortes e mais direitos.

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017