UERJ/FFP Parou Pela Liberdade dos Bombeiros do Rio de Janeiro

12/jun/2011, 12h17

Na ultima 4ª feira (08/06/11) foi um dia memorável para a UERJ/FFP. Construímos uma grande mobilização, que começou como um ato de solidariedade à luta dos bombeiros e em defesa da educação pública, e se transformou em uma mobilização de rua que parou a principal via de acesso à faculdade.

 

Estudantes de diversos cursos, parte dos professores e funcionários, se aglomeraram no Hall da faculdade a partir das 17h. Anteriormente, foi estendida uma faixa vermelha de mais de 10 metros na grade da FFP representando a luta dos bombeiros, fitas vermelhas, adesivos alusivos à luta dos bombeiros e à greve dos profissionais da educação foram distribuídos.


 

O ato foi extremamente representativo, além do significativo número de estudantes, participaram também os CA’s da FFP, representantes do SEPE e membros da liderança dos bombeiros. As explanações tiveram o mesmo foco, isto é, liberdade imediata para os bombeiros, atendimento das reivindicações dos servidores públicos do estado; todos juntos para derrotar o governo Cabral.

 

Ao final das intervenções, foi informado que um estudante do 2º período do curso de Geografia da FFP, Yuri, também está preso entre os 439 em Jurujuba.

 

Por volta das 18h todos e todas presentes no Hall desceram as escadarias e ocupamos a rua principal, paralisando parte o trânsito. Importante: os ônibus e carros que passavam lentamente pela mobilização acenavam de forma positiva apoiando a causa dos Bombeiros. Em seguida, fomos até a Praça dos Ex-combatentes e sobre o tanque foram feitos mais discursos acalorados e palavras de ordem referenciando a luta dos bombeiros.

 

 

 

Uma postura relevante foi a dos policiais que, quando souberam do que se tratava a manifestação, cancelaram os reforços e deram apoio!Ao final, retornamos à FFP, finalizamos o ato dando uma volta pela faculdade.

 

Foi de fato uma grande mobilização, uma vitória! Mais uma vez os estudantes da FFP mostram que o caminho é a luta, a mobilização!

 

 

 

“O BOMBEIRO PAROU, RODOVIÁRIO PAROU E O PROFESSOR PAROU!”

“GREVE GERAL PRA DERRUBAR CABRAL!”