Pelo reconhecimento do Estado Palestino

16/set/2011, 18h12

Por Felipe Ultramari Moreira

No próximo dia 20 de setembro, o governo da Palestina levará à Assembléia Geral da ONU o pedido de reconhecimento do estado palestino. Tudo indica que a proposta será aprovada pela maioria dos países, o que provavelmente deve se seguir o veto dos EUA.

A proposta surge numa conjuntura que parece cada vez mais desfavorável ao governo de Israel. A revolução árabe depôs Mubarak, o principal aliado árabe de Israel, incitou a retórica pró-palestina do governo turco e inspirou centenas de milhares de jovens israelenses a lutar por seus direitos, abalando o próprio governo. A resolução proposta pelo governo palestino se inspira nestes ventos de mudanças e certamente inspirará as mudanças que ainda virão.

O reconhecimento do estado palestino faz parte de uma luta mais ampla pelo fim do regime sionista, das ocupações israelenses, do cerco a gaza, pelo restabelecimento das fronteiras de 1967 e a volta dos refugiados. O eventual reconhecimento garantiria um novo patamar de legitimidade às posições palestinas e serviria ao isolamento do governo sionista. Luta da qual o povo palestino deve ser protagonista, mas à qual se soma todo o povo árabe e os internacionalistas combativos.

*Sociólogo e colaborador da Secretaria de Relações Internacionais do PSOL

Fonte: psolinternacional.org