Do cordel revolucionário ao código fálido florestal

09/mar/2012, 19h18

Rick Pereira*

O Juntos DF esta se tornando um grande ponto de referências na militância estudantil na luta por uma educação de qualidade e contra as agressões ao meio ambiente.

Esta lutas têm incentivado os estudantes do IFB a participarem de varias atividades do coletivo. A forma alternativa de militância política fez com que ocorresse na semana de 27 a 29 de Fevereiro o cordel revolucionário da educação. Foram colocados varais no pátio do refeitório do IFB com vários jornais sobre a insurgência dos povos, jornais internacionais, jornais do Juntos e muitos outros.

Esse vento foi organizado como forma de divulgar o seminário sobre o código florestal, que tem causado descontentamento em grande parte da população. Com o propósito de acompanhar essa discussão de perto, os alunos do IFB, com o apoio do Juntos, participaram desse debate que coloca nossas florestas em grande risco. O deputado federal do PSOL-RJ,  Chico Alencar, elogiou os estudantes do IFB e dos assentamentos, fazendo saudações curso a curso ali representado.

Os estudantes acompanharam atentamente as exposições e chegaram a um consenso de que é preciso lutar contra esse código florestal. Este é o papel da juventude: lutar contra toda e qualquer agressão ao povo e a natureza.

 

*Militante do Juntos/DF e estudante do IFB – Instituto Federal de Brasília

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017