O povo unido jamais será vencido: 0% de aumento para os vereadores de Campinas.

03/jul/2012, 19h47

*por Bruna Fante.

Depois da aprovação pelos vereadores do município de Campinas, no final do ano passado, de um aumento de 126% nos próprios salários, a população da cidade não se conformou com a situação e além de repudiar a decisão, exerceu pressão política a fim de que a medida fosse revista. A nova proposta previa, então, um aumento de 48%. Mais uma vez, a população não deixou barato e lotou a Câmara Municipal para manifestar contra esse absurdo. Os dizeres de um dos cartazes confirmavam a revolta dos manifestantes: “48% ainda é uma vergonha”. O número torna-se mais vergonhoso ainda quando comparado ao aumento conquistado, depois de 21 dias de greve, pelos servidores públicos: 5,39%.

 

            Enquanto os vereadores votavam outras propostas de menor interesse, a população presente já se manifestava gritando palavras de ordem que faziam menção ao descaso dos políticos com a saúde, a educação e outros problemas existentes na cidade, além, é claro, da corrupção. Os vários cartazes  levantados, os narizes de palhaço, os gritos, as rimas, tudo indicava um só sentimento: a indignação contra uma Câmara que não representa seu povo.

            Somando a proximidade das eleições com as reinvidicações populares, os vereadores, pressionados, propuseram e votaram a favor de uma emenda que garantiu um reajuste de 0% para a próxima legislatura que vai de 2013 a 2016. Apesar da manobra política exercida pelos senhores vereadores para que estes parecessem “bonzinhos” por aprovar uma emenda proposta por eles mesmos, não podemos esquecer que foram eles que aprovaram um aumento de 126%, foram eles que propuseram os 48% e foram eles que estiveram omissos durante o escândalo que desvendou a corrupção do governo Hélio. Mas fomos nós, o povo, que alcançamos mais essa conquista.

            Ao final da sessão, o clima era de vitória. Os manifestantes gritavam em uníssono:  “Derrubamos o aumento, é vitória do movimento”.  E nós, do Juntos! Campinas não podíamos deixar de estar presente e junto com o povo gritamos “O povo unido jamais será vencido!”. Porque JUNTOS!, jamais seremos vencidos.