A Esquerda segue no DCE da UFRGS!

17/dez/2012, 15h11

* Nathália Bittencurt e Guly Marchant

A chapa 1 da qual o Juntos! fez parte, Da Unidade Vai Nascer a Novidade, venceu as eleições para o Diretório Central dos Estudantes da UFRGS, no último dia 06 de dezembro. As duas chapas mais votadas ficaram com 118 votos de diferença, tendo a vencedora 1.651 votos. Com poucos cursos ainda em aula, a eleição teve o quórum de 3.995 votantes. O pleito ocorreu entre os dias 04 e 06 de dezembro e contou com a participação de 5 chapas.

A vitória da Unidade não se deu apenas durante as semanas de campanha. O caminho até a eleição demandou muita paciência e sabedoria dos membros da chapa a fim de garantir o resultado nas urnas. Os sucessivos ensaios de golpes ameaçaram a lisura do processo e a autonomia estudantil. Uma Comissão Eleitoral falsa foi criada, chamando voto em uma consulta com apenas uma chapa e também o boicote à participação dos estudantes na eleição legítima. Ações arquitetadas pelo velho grupo DCE livre. Corretamente os Diretórios Acadêmicos e coletivos se uniram para garantir um processo legítimo e democrático, e obtivemos êxito com uma Comissão impecável.

Unificar a esquerda da universidade foi outra grande tarefa pré-eleição que foi fundamental para a vitória. Buscamos os grupos dispostos a fortalecer o projeto de universidade pública e essencialmente popular. Para isso inovamos o método de funcionamento do DCE a fim de horizontalizá-lo e torná-lo mais aberto ao estudante que não milita diretamente na entidade. Adotamos o modelo composto por grupos de trabalho (GT) com reuniões gerais, possibilitando o estudante participar do GT de seu campus ou da pauta com a qual se identifica (Gênero e Sexualidade, Ações Afirmativas, Cultura e Lazer, etc.).

Enfrentamos quatro chapas que diluíram o embate central e dificultaram a caracterização de cada grupo. Com isso os projetos de universidade que estavam em disputa não nortearam o debate com a importância que deveriam, uma vez que o governismo presente em três das chapas adversárias optou por escondê-lo. As duas chapas petistas refletiram a fraqueza de seu partido em Porto Alegre: juntas somaram apenas 543 votos. Maior do que esse fracasso, apenas o programa da direita declarada do Movimento Estudantil Liberdade (MEL) com seus 119 votos, representando uma vitória clara do movimento estudantil: as posições fascistas do grupo anti-cotas foram derrotadas.

Vitória da Esquerda no DCE da UFRGS

Vitória da Esquerda no DCE da UFRGS

A polarização se deu com a chapa 3 – Teu DCE, composta por membros do PDT, PC do B, PTB e PPL. De cara nova, a direita neste ano ficou bonita: mudou sua cara, suas cores, apelou para o senso comum. Em seu material de campanha reivindicou cotas e greve, contraditoriamente dois dos principais eixos de críticas à gestão 2011, É Primavera, da qual o Juntos! foi parte. Ousou mas não enganou: vencemos o que há de pior na juventude governista de Porto Alegre com uma bela campanha.

Iniciamos com mais de 400 apoiadores no início da campanha e passamos de 500 ao seu final. Estivemos sempre a frente marcando presença nas salas de aula, fomos os primeiros a panfletar nas entradas dos restaurantes universitários, colocar faixas nos campi e na internet demos um show. Vencemos pela primeira vez em cursos onde a historicamente tínhamos dificuldade de entrar com nossa política, como o Direito, a Medicina, a Matemática, a unidade litoral CECLIMAR e conseguindo boa inserção e resultado em lugares como o Instituto de Artes, Instituto de Psicologia e Administração, além de furar o bloqueio da Agronomia. Reafirmamos nossa base histórica no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, na Comunicação e Ciências da Informação e na Faculdade de Educação. A onda vermelha tomou conta da UFRGS com nossos militantes incansáveis, tendo o Juntos! como coletivo fundamental do início ao fim.

A nova gestão terá muitos desafios: além de aprender a operacionalizar a o DCE num novo método, responder aos estudantes com a política acertada para todas as suas demandas, transformando a entidade num DCE movimento. Capaz de ser cada vez mais referência entre os estudantes como um Diretório das Mulheres, dos Negros e do estudante trabalhador. Para isso, construímos um DCE baseado na autonomia estudantil: da unidade já nasceu a Novidade!

Resultado final: 3.995 votos

Chapa 1 (Da Unidade vai nascer a Novidade): 1.651

Chapa 3 (Teu DCE ): 1.533

Chapa 5 (Que a UFRGS se pinte de povo): 305

Chapa 2 (Cantamos; porque gritar só não basta): 238

Chapa 4 (DCE LIVRE – Movimento Estudantil Liberdade):119

* Nathália Bittencurt é Coordenadora-Geral do DCE  e Guly Marchant é Conselheiro Universitário do DCE e Coordenador-Geral do Diretório Acadêmico da Comunicação Social: ambos estudantes de Jornalismo e militantes do Juntos! RS.