1,6 milhão de assinaturas contra Renan: hora de tomar as ruas!

20/fev/2013, 19h48

 Rodolfo Mohr*

            Hoje o Senado Federal recebeu a 1,6 milhão de assinaturas da petição online exigindo o impeachment do seu Presidente Renan Calheiros. O Juntos participou da mobilização de entrega realizada pelos organizadores do abaixo-assinado online, Emiliano Magalhães e Eduardo Cruz. A indignação pela eleição de Renan possibilitou um dos maiores e mais rápidos abaixo-assinados da história do site Avaaz.

20fev2013---manifestantes-se-preparam-para-desfraldar-uma-bandeira-gigante-com-os-dizeres-16-milhao-dizem-fora-renan-sera-que-o-senado-vai-ouvir-em-frente-ao-senado-em-brasilia-o-bandeirao-1361380463188_956x500

            Um banner de 150 m² foi estendido no gramado em frente ao Congresso Nacional. Os militantes do Juntos DF estiveram presentes desde o princípio com faixas e cartazes. A agitação chamou atenção de muitos veículos de rádio, TV e internet.

            Em 2007, Renan Calheiros renunciou à Presidência do Senado para salvar seu mandato, quando investigado por graves acusações, como empreiteiras que davam dinheiro para a mãe de uma das suas filhas. Agora novamente está denunciado, desta vez pela Procuradoria-Geral da República por peculato (desvio de dinheiro público ou bem público por funcionário público), falsidade ideológica e uso de documento falso. A manifestação de hoje também levou os resultados da petição ao Supremo Tribunal Federal, exigindo celeridade na apuração das denúncias.

fora ranan

            Agora, com a notícia em todas as manchetes novamente, a mobilização das redes ganha nova proporção. É o momento de transformar a força virtual em mobilização de rua. Precisamos unir a indignação do nosso povo contra o corrupto e conservador Renan Calheiros para sacudir as estruturas da velha política. Neste final de semana dos dias 23 e 24 de fevereiro, o Juntos estará presente nas passeatas em diversas cidades brasileiras gritando em alto e bom som “Fora Renan”.

* Estudante de Direito da UFRGS e do Grupo de Trabalho Nacional do Juntos

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017