Belém: Tod@s à rua na quarta-feira (#26J)!

25/jun/2013, 04h43

* Anderson Castro

Eles, os poderosos, não querem ver nossos sonhos transformados em realidade: Tod@s à rua na quarta-feira (26J)!

A truculência, o abuso de poder da PM e a manipulação dos fatos pela mídia não são por acaso. Por isso, peço que leiam atentamento, pois o que está acontecendo é uma tentativa de desmoralizar e desmobilizar nosso ato por parte do poder público (prefeitura e governo) e seu agente repressor a Polícia Militar. Ações como essas tentam fazer com que não queiramos mais ir as ruas lutar pelos nossos direitos. Então vamos aos fatos.

Ontem, após ter sido entregue a carta e lida por meio de jogral, com as reivindicações defendidas em assembleia, recebemos a informação de que alguns membros do Comitê Xingu Vivo tinham sido presos arbitrariamente, uns inclusive estavam no supermercado quando foram coagidos.

Nosso povo do Juntos já tinha dispersado e foi aí que decidimos com os poucos que éramos ir para a frente da DIOE e assim pressionar pela libertação imediata de quem detido estava.

Ao chegar na esquina da Aristides Lobo com a 16, não tardou muito e um grupo de PMs motorizados, em torno de 8 mais ou menos, parou próximo da gente e ficou nos cercando. Ao perceber, decidimos nos retirar dali e nos dirigir até a Tamandaré para assim poder pegar nosso busão e sair dali pois ao que parecia eles queriam um motivo pra nos prender e criar essa sensação de medo na população.

Quando descíamos a rua, os mesmos PMs saíram em nossa direção. Não nos abordaram, mas um deles gritou “Anderson, Anderson, vai lá, vai lá, quer ver se tu tem queixo?” em seguida deu uma gargalhada e saiu.

Ou seja, já sabem nossos nomes e já nos colocam na lista de inimigos públicos número 1 do Estado, por isso nos criminalizam. Os poderosos temem o povo e com essas ações tentam evitar com que tomemos a rua, eles sabem de nossa força, por isso utilizam os meios de comunicação, a mídia, para deturpar todo o objetivo e fazer com que a juventude e o povo continuem submissos, com medo e aceitem como se fosse natural sermos maltratados e humilhados.

CHEGA! Temos que mostrar que eles não nos intimidam, que somos Juntos somos mais fortes e que não iremos desistir até nossos sonhos se tornarem realidade.

“Se não nos deixam, não os deixaremos dormir.” (Che Guevara)

* Anderson Castro é militante do Juntos em Belém, PA e membro do Grupo de Trabalho Nacional do Juntos!