Movimento #OcupaCampusX

13/out/2013, 23h27

Ananda Pauliane Monteiro Nascimento*

Ranelly Barreto Martins*

Nosso movimento inicia-se a partir do momento em que a gestão da Universidade do Estado do Pará corta as vagas do curso de Geografia e Matemática para o processo seletivo de 2014 do Campus (cabe ressaltar que o Campus dispõe atualmente de três cursos de licenciatura, são eles: geografia, matemática e pedagogia). Diante deste quadro situacional a comunidade do município, acadêmicos do campus, secundaristas, e comunidade vizinha em geral se indignam e JUNTOS!começam a se organizar para um grande ato a ocorrer no dia 11 de setembro no município de Igarapé-Açu.

“E vamos de novo, contra esse governo pra que a educação tenha mais investimento. Por mais permanência, e democracia a nossa saída é a luta todo dia. Outra vez, outra vez, eu OCUPO outra vez. Somos da OCUPAÇÃO lutamos pela educação (2x)”.Nesse ritmo se deu o embalo do lindo ato que ganhou as ruas do município na manhã do dia onze.

 1240110_378465332257019_1643863675_n

 

Após mais de três horas de caminhada pelas ruas da cidade, o amplo ato desencadeou na ida até o Campus. E ao chegarmos ao nosso destino encontramos os portões fechados (salas de aula, administrativo, laboratório de informática, biblioteca e pasmem ATÉ os banheiros) demostrando o desrespeito da instituição para com todas as mais de 200 pessoas que ali se faziam presentes de forma indignada pelo o que havia ocorrido no processo seletivo. Na mesma manhã na instituição em plenária foi deliberado que faríamos a ocupação no campus até que a gestão viesse negociar nossas pautas de reivindicações (que nem de longe se reassumiam apenas ao corte de vagas do processo seletivo).

E assim nos fizemos presentes no campus por longos 16 dias, com muitas lutas e uma inacreditável resistência diária. Importante ressaltar que durante esse período o MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X empenhou-se em realizar junto à comunidade o trabalho o qual a Universidade do Estado do Pará se “propõe” a fazer, mas que infelizmente não exerce seu papel por aqui há muito tempo. Dentro dos cronogramas diários criados pelo MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X vale a pena destacar as mesas de discussões com temas diversos e de interesse de toda a comunidade, bem como: combate as opressões, sexualidade e conjuntura nacional dos movimentos sociais. E, além disso, houve também as noites culturais onde os secundaristas se faziam presentes para um momento de interação e descontração com os membros do movimento, por fim, porém não menos importante vale relembrar das oficinas recreativas nas quais crianças do município eram convidadas a adentrar a universidade e juntamente aos acadêmicos do movimento eram atraídas a participar de jogos, brincadeiras e danças.

1231695_378644608905758_1663590516_n

Durante todo o período de ocupação do Campus enfrentamos JUNTOS!golpes de reitoria, de professores da instituição, da prefeitura do município e até mesmo de acadêmicos da própria UEPA/Campus X. Porém, mostramos que quando lutamos JUNTOS! somos verdadeiramente fortes.

No decorrer dessas mais de duas semanas em ocupação o MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X foi palco de grandes atos, dentre eles faz-se necessário relembrar do dia em que a PA-127 foi ocupada por mais de 3 horas como forma de indignação pelo descaso o qual a gestão vinha tratando o movimento, se negando por diversas a comparecer ao Campus para tentativa de negociação.

Outro grande marco dentro do MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X se deu na manhã em que o “enterro” indignado aconteceu. JUNTOS! protagonizamos por intermédio de uma encenação crítica o velório seguido do enterro dos cursos de Geografia e Matemática (cortados do processo seletivo 2014). Mais de 100 pessoas entre membros do movimento, secundaristas e comunidade em geral fizeram-se presentes na instituição para acompanhar o grande momento.

 

E nesse embalo se deu todos os dias em que o MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X esteve no Campus Universitário da UEPA/Igarapé-Açu. E finalmente, na manhã do dia 26 de setembro estiveram na instituição o vice-reitor e o pró-reitor de gestão da UEPA e finalmente, apesar dos inúmeros golpes sofridos neste dia poderam negociar com a comissão de negociação do MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X(composta pelos acadêmicos Ananda Monteiro – Geografia 2012, Dalila Dias – Geografia 2012, Deybe Sousa – Geografia 2012, Mylene Alves – Pedagogia 2013 e o presidente do SINTEPP/Igarapé-Açu Wilson Clebson) e após muitas horas de negociação (FOTO) o desfecho tão lutado e suado pelo MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X surge com grande parte das pautas de reivindicações do movimento atendidas sob pressão pela reitoria da Universidade do Estado do Pará, dentre elas cabe destacar  o retorno dos cursos de Matemática e Geografia para o processo seletivo de 2015 e o adentro do curso de História no Campus o que contemplou outra pauta que seria a construção de um novo bloco para 2014. Sem falar em outras causas que vergonhosamente ainda se faziam presentes em nossa instituição como o funcionamento integral da biblioteca e do laboratório de informática e livre acesso ao acervo bibliográfico.

Hoje, todo o MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X continua firme na luta e estamos JUNTOS!em um novo processo pós-ocupação que se faz necessário, que é a fiscalização de tudo que foi acordado com a reitoria. Afinal, sabemos com quem estamos lhe dando e esperamos que eles também saibam até porque “SE NÃO NOS DEIXAREM SONHAR, NÃO OS DEIXAMOS DORMIR.”.

 *Estudante de Geografia pela UEPA/Campus X, membro do Diretório Acadêmico do Campus (gestão 2013-2014) e militante do JUNTOS! (ananda13monteiro@hotmail.com

 **Estudante de Pedagogia pela UEPA/Campus X, membro do Diretório Acadêmico do Campus (gestão 2013-2014) e militante do JUNTOS! (ranellybm@hotmail.com)

*** Dentro do MOVIMENTO OCUPA CAMPUS X existiram três militantes do JUNTOS! (Ananda Monteiro, Luiza Moreira e Ranelly Barreto) que em conjunto aos demais membros do movimento ousaram lutar e conseguiram vencer a batalha dentro do Campus Universitário da UEPA no munícipio de Igarapé-Açu/PA.