Nota do Juntos! sobre a greve dos rodoviários de Porto Alegre

30/jan/2014, 17h08

Contra os empresários, a prefeitura e a grande mídia: Estamos Juntos na greve dos rodoviários!

*Por Juntos Porto Alegre

A luta dos rodoviários de Porto Alegre, que em 2013 foi combustível para a luta contra o aumento da passagem que inspirou o Brasil, começa 2014 agitada. Em greve desde segunda-feira (27), os trabalhadores rodoviários fazem tremer o cenário político da cidade.

A luta pela jornada de 36h semanais e o reajuste de 14% do salário sem aumento no preço da passagem já mostrou em panfletagens, operações tartarugas e assembleias que a categoria está organizada com o MIR – Movimento Independente dos Rodoviários, do qual o Juntos! faz parte.

Repudiamos o papel sujo cumprido pela grande imprensa que noticia mentiras para jogar a população contra os trabalhadores rodoviários e a greve que é legítima. Precisamos esclarecer junto a população que a greve é dos trabalhadores e não possui envolvimento dos empresários na sua organização. As acusações de conluio entre os trabalhadores e os patrões para aumentar a passagem e assim conseguir um reajuste salarial são mentirosas. A greve é dos trabalhadores, por direitos sem aumento no preço da passagem.

Além disso, desde que os rodoviários optaram por parar 100% da frota a grande imprensa e a prefeitura não param de questionar a legalidade da greve. Queremos saber porque não questionam o lucro exorbitante dos empresários, que em 2011, estava previsto para 6% e na prática foi entorno de 18% (3 vezes mais)? Porque não questionam a ilegalidade das empresas de transporte de atuar há 25 anos sem licitação? Porque não questionam o discurso falacioso de que as empresas trabalham no déficit e não pressionam pela abertura de suas contas? Não questionam porque defendem os mesmos interesses, contrários aos interesses dos trabalhadores!

Os rodoviários sabem que o serviço precário que é oferecido não condiz com o preço da tarifa, sendo assim o reajuste do salário deve sair do lucro exorbitante dos empresários.

Mais do que isso, sabemos que precisamos avançar para um modelo de transporte 100% público. Porque enquanto o transporte for tratado sob a lógica do lucro ele não atenderá os interesses dos usuários e rodoviários!

Estamos Juntos! com os rodoviários na busca de dignidade para os trabalhadores e usuários do transporte coletivo.

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017