Somos Todos rodoviários: entrevista com Ilon Oliveira.

29/jan/2014, 00h17

Esta manhã teve início a greve dos rodoviários de Porto Alegre, em luta pelo reajuste salarial de 14%. O Juntos está nas diversas garagens de ônibus da cidade dando todo apoio à categoria.
Segue entrevista com Ilon H. Oliveira – Cobrador na empresa Carris há dois anos e meio – Militante do Juntos! há um ano.
Ilon, conta um pouco sobre como está sendo a construção dessa primeira greve de 2014. 
– O clima é o melhor possível, vejo meus colegas, assim como eu, bem confiantes quanto a nossa vitória, que é conquistar os inúmeros itens que constam na nossa pauta. A greve foi aderida por todas as empresas de transporte público de Porto Alegre, algo que não acontecia com muita frequência. Então a greve está sendo construída por todos com muita união e isso nos aproxima bastante do nosso objetivo.
2013 também foi marcado por uma greve forte dos rodoviários de Porto Alegre. Como essa experiência tem refletido neste ano?
– Nos anos anteriores, em alguns momentos, nossa greve foi vista como ilegal e rejeitada pelos passageiros, pois não atendia certos requisitos. Dessa vez agimos conforme a lei, respeitamos os prazos e estamos cumprindo a frota que foi estabelecida junto ao Ministério Público. Isso dá ao movimento uma legitimidade e um apoio maior da população, o que não ocorria anteriormente.
Tu és tu jovem trabalhador que está envolvido ativamente na construção dessa greve. Qual é teu objetivo?
-O principal objetivo dessa luta é adquirir melhores condições de vida no nosso meio de trabalho, essa luta é de todos os rodoviários, portanto uma luta minha também. Todo mundo tem que trabalhar, porque se é preciso fazer isso, devido ao sistema econômico que estamos inseridos, contudo vamos fazer isso da melhor maneira possível, pois só queremos trabalhar com todos os nossos direitos, reconhecido, respeitado, com uma qualidade decente e deixarmos de ser explorados. É meu papel participar desse movimento, como um militante indignado, que está cansado de ser enganado.

1604747_754538187892330_1739886714_n

Deixa o teu recado pra toda a população que, de maneira direta ou indireta, acompanha essa greve.
– Agradeço a todos as pessoas que nos entendem, nos apoiam e estão ao nosso lado. A toda juventude, de diferentes bandeiras, que estão se fazendo presente na frente de todas as garagens, dando um apoio muito importante. Quero deixar bem claro, que a intenção da classe rodoviária nunca foi de deixar de transportar as pessoas, pois a primeira proposta apresentada ao Ministério Público era a de 100% da frota nas ruas, porém não seria cobrada a tarifa, portanto passe livre e os empresários donos das empresas recusaram essa proposta. Aos colegas rodoviários, vamos manter a unidade que assim atingiremos o objetivo e chega de servir como massa de manobra.
Nathália Bittencurt, estudante de comunicação social da UFRGS e militante do Juntos RS!