Greve dos trabalhadores das ETECs e FATECs: Juntos conquistamos mais!

16/fev/2014, 22h40

Amanda Gonçalves e Caio Ishida*

Por trás de toda a propaganda que o governo estadual de São Paulo faz das FATECs e ETECs — as queridinhas do PSDB, e do governador Geraldo Alck1899055_10152585818742802_591245970_nmin — há muitos problemas, que atingem não só os estudantes, mas também os trabalhadores do Centro Paula Souza. Além de toda a falta de investimento em qualidade de ensino, estrutura e permanência, há também carência de professores e funcionários, precarização das condições de trabalho e os menores salários da Educação Profissional e Tecnológica do Brasil.

Após dois anos aguardando a implantação do novo plano de carreira, os funcionários e professores pertencentes ao CEETEPS (Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza) — autarquia do Governo do Estado de São Paulo que administra, atualmente, 213 Escolas Técnicas Estaduais (ETEC) e 59 Faculdades de Tecnologia (FATEC) — farão greve por tempo indeterminado, a partir desta segunda-feira, 17/02, em São Paulo.

O plano de carreira, pauta principal da greve, já é uma novela antiga. Em 1998, tramitou um projeto de lei para um plano de carreira, que não foi aprovado por não atender às reinvindicações da categoria. Mesmo assim, dez anos depois, o projeto foi aprovado. Em 2011, foi realizada uma forte greve, obtendo algumas conquistas e o comprometimento do governo do estado em elaborar um novo plano de carreira.
Em 2013, houve negociações entre as partes e foi estabelecida uma proposta, que seguiria para à Assembléia Legislativa. Embora tenha se comprometido a fazer isso ainda em 2013, o governo não cumpriu suas promessas e não apresentou a proposta à ALESP. Ao contrário, engavetou o Plano. Por isso, a greve pretende forçar o governo a enviar o projeto para a ALESP e aprová-lo com urgência, sem cortes.

Nós, do Juntos!, declaramos apoio à greve e contamos também com o apoio dos alunos, Centros e Diretórios Acadêmicos, e Grêmios Estudantis das FATECs e ETECs, pois nos unindo podemos fazer uma grande pressão para que o projeto seja desengavetado. É nosso papel apoiar aqueles que fazem parte do nosso dia-a-dia e que buscam junto a nós construir escolas e faculdades cada vez melhores para todos!

*Amanda Gonçalves é do Centro Acadêmico da FATEC-SP e Caio Ishida é aluno da ETEC Guaracy Silveira, ambos são do Juntos SP.