A luta continua: pelo fim do extermínio da juventude nas periferias do Pará

04/dez/2014, 15h54

Por: Juntos Belém

Hoje, dia 4 de Dezembro de 2014, se completa um mês dos assassinatos ocorrido nas periferias de Belém. Foi um mês intenso e agitado, com várias mobilizações que se somaram para juntos denunciar essa chacina que, infelizmente, continua acontecendo nesses bairros. O que vemos é que após um mês nada foi resolvido. As famílias das vítimas sequer puderam contar com o estado no funeral dos seus entes.

Durante o mês de novembro, tivemos um grande ato rumo a Assembleia legislativa (ALEPA), exigir a posição do governo do estado sobre o ocorrido e exigir que fosse instalada uma CPI para investigar o possível envolvimento de agentes públicos em grupos de extermínio no Pará. Também tivemos vigílias em memória aos mortos, e uma bela marcha da periferia construída por vários movimentos sociais e moradores do bairro da Terra Firme na semana da consciência negra, onde percorremos os locais dos assassinatos, e construiu-se um bom dialogo com os moradores do Bairro.

A pressão popular foi importantíssima para garantir que a CPI proposta pelo dep. Estadual Edmilson Rodrigues (PSOL) e pelos movimentos sociais fosse aprovada na ALEPA. Porém, a base do Governo de Jatene não tem interesse em dar continuidade às investigações, e até agora não indicou suas lideranças para que a CPI seja instalada.

Este governo não tem interesse algum em chegar ao fim das investigações, e até agora ninguém foi responsabilizado pelo ocorrido na madrugada de 4 para 5 de novembro. Enquanto isso os pobres e negros continuam morrendo nas periferias do nosso estado. ATÉ QUANDO?

O JUNTOS! e vários movimentos sociais tem uma grande responsabilidade: não deixar que mais esse crime seja esquecido, e precisamos nos somar e fortalecer essa luta. Por isso, fazemos o chamado para que possamos fortalecer no dia 5 de Dezembro, as 17h30, Vigília em memoria aos mortos no bairro da Terra Firme, e dia 9 de dezembro, grande ato rumo á ALEPA para exigir a instalação imediata da CPI. Só Juntos poderemos vencer essa batalha e fazer justiça. Aos mortos da chacina de Belém, PRESENTE!