Imoral é o teu preconceito!

21/abr/2015, 13h31

Juntos! Feira de Santana

Sobre a imoralidade na Câmara Municipal de Feira de Santana

No último dia 14/04, em Feira de Santana-BA, o Juntos! esteve presente na Câmara Municipal da cidade respondendo em forma de protesto à moção de repúdio e censura ao beijo lésbico protagonizado pelas atrizes Fernanda Montenegro e Nathália Timberg na última novela das 21h – Babilônia, Rede Globo.

A moção apresentada pelo vereador Marcos Lima (PRP-BA) e aprovada por unanimidade dos vereadores presentes deixa explícito o preconceito e intolerância da casa que deveria representar o povo. Os moradores de Feira de Santana sofrem diariamente com descaso no transporte público, na saúde com os postos sucateados, com a violência crescente, entre outras precarizações comuns a demais cidades da Bahia e do restante do país.

Protestamos com palavras de ordem, cartazes e beijaço. Utilizamos nosso protesto para questionar:

Questionamos aos vereadores por que não expressam repúdio às péssimas condições do transporte público, saúde e segurança da cidade. Questionamos se o tempo empregado em propor, votar e aprovar moção repudiando expressões de afeto entre pessoas do mesmo sexo não deveria ser utilizado para melhorar a vida da população feirense.

Questionamos se estavam cientes de que o Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo e que esse tipo de ação preconceituosa promovida pela Câmara aumenta o risco de morte e o preconceito para essa população.

Durante o ato, Marcos Lima, autor da moção, não se pronunciou, tampouco respondeu aos nossos questionamentos, e na sessão seguinte fez o que sabe bem: utilizar seu espaço para disseminar ódio e preconceito. Repudiou nossa manifestação, nos acusando de afrontar e desrespeitar a sociedade e a Câmara com nosso protesto em forma de beijo gay e lésbico. Marcos contou com forte apoio de outro parlamentar, o vereador Edvaldo Lima (PP-BA). O vereador, que é pastor, subiu à tribuna para endossar os absurdos proferidos e acusar LGBTs que expressam afeto em público de imorais.

O vereador Edvaldo quer nos intimidar, e para isso solicitou que a Câmara Municipal entre com ação judicial contra os manifestantes que participaram no protesto. Afirmou ainda que, se o Legislativo não acatar seu pedido ele prosseguirá com o processo por conta própria. Para o vereador, nosso beijo – LGBT -, é desrespeitoso e imoral.

Vereador Edvaldo, desrespeitoso é o descaso dessa Câmara com a população feirense, e imoral é a política do partido do qual você faz parte, o PP, que tem o maior número de acusados na Operação LAVA-JATO (esquema de corrupção e desvio de verba pública na PETROBRAS), além de abrigar representações máximas do discurso de ódio à mulheres e LGBTs, como os deputados Jair Bolsonaro (PP-RJ) e Luis Carlos Heinze (PP-RS).

Nós do Juntos! também declaramos repúdio!

Repudiamos as atitudes preconceituosas e os discursos dos vereadores Marcos Lima e Edvaldo Lima. Rechaçamos a política que esses parlamentares representam e afirmamos que não seremos intimidados por LGBTfóbicos!

Enquanto a laicidade do Estado não for levada a sério pelos políticos que deveriam advogar em favor de todos sem diferenciação, e enquanto preferências religiosas não passarem longe das decisões políticas, vamos lutar e protestar incansavelmente pelos nossos direitos. No Brasil estamos ocupando as Assembleias Legislativas e respondendo ao moralismo LGBTfóbico, machista e corrupto do Eduardo Cunha. Em Feira de Santana não será diferente! Ocuparemos a Câmara quantas vezes forem necessárias para dar o recado: LGBTFÓBICOS NÃO PASSARÃO!

santarem

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017