Declaramos Guerra a Laureate! – Contra as demissões e a implementação do EAD

Alexandre RosaRhaynara Janaina Affonso 27/jun/2015, 10h01

Nas últimas semanas, temos visto acontecer uma série de demissões no quadro de professores nas universidades Anhembi Morumbi e FMU. Na Anhembi Morumbi, por exemplo, importantes docentes do curso de Arquitetura, presentes na criação e desenvolvimento do curso, estão sendo descartados sem mais nem menos. Isso também está afetando o curso de Direito que sofre duros cortes de professores pela coordenação da universidade. Na FMU essa situação chega ainda ser mais perversa, já que em uma cartada só OITO professores do curso de Serviço Social foram demitidos e ainda por cima da forma mais cruel, via TELEFONE. Há previsões que essa lista só aumente.

Infelizmente, lá as novas medidas não param por ai, através de uma portaria nº 4.059/2004 do Ministério da Educação, as instituições privadas podem optar por incluir o EAD (Ensino a Distância) nas grades curriculares dos cursos presenciais não ultrapassando 20% do currículo acadêmico, porém dando autonomia as instituições de escolherem as aulas que serão oferecidas em EAD, onde matérias importantes para formação que exigiriam professores especialistas, que por sua vez receberiam uma melhor remuneração, possam se tornar de ensino a distância. Tal possibilidade acaba por precarizar a qualidade do ensino e garantir que os grandes tubarões de ensino lucrem nas costas dos estudantes.

Essas instituições seguem uma ordem de comando que vem da Laureate. Esse grande tubarão do ensino detém o poder sobre onze instituições de ensino brasileiras, como a Anhembi Morumbi e a FMU, cerca de oitenta mil alunos sobre os interesses de grandes empresários, que com tais medidas transformam o ensino em mercadoria colocando o lucro a frente de uma qualidade na educação. Não podemos esquecer também da culpa por parte do MEC e do Governo Federal para com essas instituições privadas, onde sem fiscalização e regulamentação entregam o nosso futuro a esses tubarões de ensino deixando com que eles sintam-se a vontade para atacar nossos direitos.

Frente a tantos ataques, acreditamos ser necessário uma unidade de todos os alunos, atléticas, centros acadêmicos, coletivos, alunos e professores a encorporarem essa luta contra as demissões e as aulas EaD. Para começar faremos um Escracho a Rede Laureate. Assim como os alunos de Arquitetura da Universidade Anhembi Morumbi fizeram em um ato vitorioso ocupando a coordenação do curso exigindo uma explicação para as demissões, vamos ousar ir mais longe. Não podemos aceitar que transformem nossa educação em mercadoria, que vendam nossos direitos aos tubarões de ensino, devemos unir nossa indignação e força para mostrar nossa insatisfação a atual forma com que a Rede Laureate administra nossa educação. E exigir do governo federal que a Portaria que garante transformar curso presencial em aulas EaD caia.

Compartilhamos aqui também uma iniciativa de abaixo-assinado feitos por alguns alunos da FMU sobre a questão do EAD, assine e contribua com essa luta. Juntos podemos mais!

http://www.peticao24.com/reestruturacao_ead_fmu

Vinícius Hidalgo e Maria Júlia Viana – Estudantes de Psicologia da Anhembi Morumbi e Militantes do Juntos!

Alexandre Rosa – Estudante de Publicidade na Anhembi Morumbi e Militante do Juntos!

Juliana Moura e Rhaynara Janaina Affonso – Estudantes de Serviço Social da FMU e militantes do Juntos!

Chiquinho Santos – Estudante de Gestão Comercial da FMU e militante do Juntos!

Robin Batista- Estudante do Curso de Design da FMU e membro do coletivo Guerrilha (GRR)