Juntos rumo ao XII Congresso de Estudantes da USP!

Juntos USP 18/ago/2015, 21h20

A USP, que sempre foi tida como universidade de excelencia está com os dias contatos. Ano passado, a demissão de funcionários e o 0% na data base já adiantavam isso. Atualmente, temos um projeto para flexibilização do regime de docencia, que significa contratar professores em regime integral, que podem trabalhar em outros locais e em regimes parciais. Todos estes ganhando uma miséria. É uma espécie de categoria O da universidade de São Paulo. Além disso, as salas de aula estão cada vez mais lotadas, (porém as vagas não aumentaram), monitores estão em vias de extinção, permanencia estudantil é uma lenda e iniciação científica é concedida a poucos. É possível ver na educação básica o futuro do ensino superior no estado de SP.

Enquanto isso, as fundações que atuam na universidade, utilizando-se da marca USP e recebendo verbas da universidade para fins privados seguem atuando livremente. Não por acaso tem se tornado público as ligações escusas dos comandantes dessas fundações com empresas privadas, tudo isto dado com aval da assinatura do reitor. Sem dúvida, um escandaloso caso de corrupção na universidade. Ver mais: http://www.dceusp.org.br/2015/08/urgente-a-lava-jato-da-usp-o-que-zago-quer-fazer-com-a-universidade/

É muita cara de pau de um reitor fazer tudo que está fazendo com a universidade e manter um discurso de “todos pela USP”, pois o único que não está defendendo a USP é ele. Os estudantes, funcionários e professores não querem nada além de uma boa USP, com ensino de qualidade, que não precarize o trabalho dos professores e funcionários, conceda permanencia estudantil, abra as portas, com cotas sociais e raciais. Zago, por outro lado, quer a USP das fundações.

Enfim, são muitos desafios. A reitoria e o governo do estado impõe uma tarefa dificil ao movimento. Para isso, acreditamos que a saída passa por fortalecer o XII Congresso dos estudantes da USP, para que este organize uma grande luta em unidade contra o projeto do Zago, unindo o movimento estudantil geral aos coletivos de opressão, aos movimentos dos cursos e a toda mobilização que ocorre dentro e fora da universidade.

Nesse sentido, nós do movimento JUNTOS escrevemos uma contribuição a este XII Congresso. Colocamos ele ainda em caráter de pré-tese, isto é, é um documento aberto a novas contribuições e críticas. Queremos construir esse congresso em conjunto com os estudantes de todos os cursos de todos os campi, por isso, estaremos nas próximas semanas buscando debate-lo com o máximo de pessoas possíveis.

Confira aqui a pré-tese

Gostou da pré-tese? Quer assiná-la? Têm críticas e sugestões? Entre em contato conosco!

Gabriela Ferro (11) 99552-1209

Guilherme Fregonese (11) 99552-7333