Nem ajuste, nem aumento! Luta contra aumento da tarifa em BH

Marcos ViniciusLuciano Costa 11/ago/2015, 20h05

11831772_1620116094924790_7558514727764068345_n

E o “presente” desse ano dado aos estudantes pela Prefeitura foi mais um aumento na tarifa do “busão”, alias, o dia é dos estudantes, mas o presente foi pras empresas do transporte de BH. A menos de uma semana do dia 11 de agosto, dia escolhido para homenagear os estudantes e os que valorizam o conhecimento e crescimento pessoal, pois exatamente há 188 anos foram criados os primeiros cursos de ensino superior no Brasil, a Prefeitura de BH entra com uma ação pra derrubar a liminar que proibia as empresas de transporte de aumentar o preço da passagem.

Pra matar dois coelhos com uma machadada só, esse presente de grego também serve para o dia dos pais, como se não bastassem a preocupação com a crise que ameaça com desemprego, agora eles vão ter que se ver com a nova tarifa que suga o tão suado salário.

Alegando o aumento dos gastos, às empresas de transporte com um estudo que só por ter sido encomendado pelo sindicato patronal das empresas de transporte já não deveriam ser levado em conta, querem aumentar a tarifa. Uai? Se em estudos da própria BH Trans foi constatado que com a implantação do MOVE a rodagem dos ônibus e o número desses veículos circulando caiu, ainda por cima o número de passageiros por veículo aumentou, da onde que está vindo esse aumento de gastos? Pelo jeito, as empresas de transporte estão querendo recuperar o investimento feito em campanhas eleitorais, só pode!

E mais uma vez quem sai prejudicado nessa história são os trabalhadores e estudantes que verão maior parte de sua renda se perder pelas catracas da cidade, para alguns significa um livro sonhado a menos, para outros um lanche a menos durante o intervalo, para muitos um prato vazio em casa.

Dia 12 às 17hs, estaremos mais uma vez nas ruas, contra os cortes e contra o aumento!

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017