Uma nova primavera – mulheres cariocas protagonizam #ForaCunha!

Juntas 29/out/2015, 22h42

A luta das mulheres muda o mundo.

E no Rio de Janeiro, as mulheres mudaram o cenário das lutas cariocas de 2015, colocando na rua o ato mais expressivo do ano, um dos maiores desde Junho de 2013.

Milhares de mulheres protagonizaram o ato “O conservadorismo não vai nos calar” para pedir a saída do presidente da Câmara de Deputados, Eduardo Cunha (PMDB).

Motivadas principalmente pela grande indignação com a PL5069, que obriga vítimas de estupro a comprovar a violência para conseguirem atendimento e dificulta o acesso ao aborto permitido por lei e à pílula do dia seguinte, dentre outras retiradas de direitos. O Juntas foi parte ativa dessas feministas que garantiram um ato vitorioso. Saindo da ALERJ rumo a Cinelândia a manifestação passou pelo escritório do Cunha na Carioca e deixou seu recado “Pílula Fica, Cunha sai”.

Mas não só isso. Cerca de 5 mil pessoas foram para as ruas também indignadas com outros projetos de Cunha e seus aliados: redução da maioridade penal, Estatuto da Família, regulamentação da terceirização e das Organizações Sociais, a Lei da Mordaça. Além dos recentes escândalos de corrupção sobre as contas de Cunha na Suíça e sua empresa fantasia, Jesus.com. Diante de tantos absurdos, finalmente conseguimos dar a melhor resposta – mobilização!

E essa mobilização teve a cor das bandeiras feministas! Em tempos de visibilização das nossas pautas, desde as redes com o #PrimeiroAssédio até à redação do ENEM, fica evidente que a força das mulheres tem ocupado cada vez mais espaços e rompido silêncios, mobilizado e organizado cada vez mais mulheres a se indignarem e questionarem esse sistema capitalista que mercantiliza nossos direitos. E vamos por muito mais!

Faremos florescer mais primaveras pela Brasil e pelo mundo, vocalizando nossas lutas, emancipando nossos corpos, garantindo nossos direitos!

Vamos seguir na Semana de Lutas pelo #FORACUNHA, com um grande ato AMANHÃ em São Paulo às 18h horas na Praça do Ciclista.

AI, AI, AI, AI, SE EMPURRAR O CUNHA CAI!

Vem aí...

Acampamento Internacional das Juventudes em Luta: Rio de Janeiro, abril de 2017