Fora Feliciano!! Fora Todos Os Que Não São Dignos De Me Representar!!

09/abr/2013, 01h29

*Por Eduardo Henrique e Ib Tapajós

 

A eleição do pastor Marco Feliciano para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias do Congresso Federal, com o apoio da base de apoio do Governo Dilma, tem se mostrado um fato emblemático, pois demonstra o perfil falido dos partidos da velha política, que diante do homicídio da população534140_441853965903321_1352886824_n negra, espancamentos a homossexuais, estupros, coloca para presidir a Comissão de Direitos Humanos, função que tem como finalidade a proteção às minorias, alguém que é racista, homofóbico e machista, chegando a expressar que:

“os africanos descendem de Ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é a polêmica”.

Em outra publicação das redes sociais afirmou que

“o sentimento homoafetivo leva ao ódio, ao crime, a rejeição” e que “a AIDS é o Câncer gay”.

Observamos, contudo, que esse não é um fato isolado, na politicagem do governo, e pior, vem se tornando um constante desrespeito, com alianças que chegaram a colocar José Sarney, um dos políticos mais corruptos do Brasil – que para não se desligar do aparato estatal teve que fazer uma manobra, sendo hoje senador pelo Amapá- como presidente do Congresso Nacional, e hoje, nessa mesma perspectiva apresenta como presidente Renan Calheiros, outra figura política manchada por processos corruptos.

Nessa jogada de cargos, nem mesmo o mais recente mensaleiro ficou de fora. José Genoino, que há pouco tempo condenado no STF pelo julgamento do mensalão hoje está como parlamentar, ocupando cargo na Comissão de Constituição e JUSTIÇA, ao lado de Paulo Maluf.

Outro fato emblemático dessa retratação política e jogo de interesses particulares se mostra com a participação do Parlamentar e LATIFUNDIÁRIO Blairo Maggi na cadeira da Comissão de Meio Ambiente. Na atual crise ambiental, passada a Rio +20, sendo cada vez mais reconhecido o fato de pensarmos políticas sustentáveis ao meio ambiente, evitando a degradação que se espalha pela Amazônia através da SOJA, que possui atualmente em Santarém uma das maiores multinacionais exportando toneladas de soja por mês, fruto, claro, da degradação do ambiente Amazônico, concede-se a um dos maiores latifundiários e sojeiros do Brasil, a cadeira para discutir meio ambiente.

544071_441854132569971_741607443_n

Nessa análise, vemos que cada cadeira, hoje, no Congresso, é muito bem preenchida por aqueles que representam interesses completamente contrários às comissões que integram, assim como seus cargos. Representam apenas seus próprios interesses, e de seus grupos, enquanto a população fica esquecida até a próxima eleição. Foi com esse entusiasmo e com esse debate, que a Juventude não se calou e foi às ruas, no último dia 6 (sábado), manifestar e dizer: FORA FELICIANO!! E FORA TODOS OS QUE NÃO SÃO DIGNOS DE NOS REPRESENTAR!!

 

* Eduardo é estudante de Direito e membro do Juntos!

Ib é formado em Direito pela UFOPA e membro do Juntos!