Quem é o inimigo?

Com a saída da multidão das ruas, basicamente duas forças começaram a atuar. De um lado, os governantes, a mídia corporativa, os partidos da velha e da nova direita, as elites econômicas. De outro, todos aqueles que – mesmo divergindo nos métodos – insistiam para que as condições acumuladas em junho tivessem continuidade.

Embarca na Luta das eleições da UEPA

Vivemos tempos de luta na UEPA (Universidade do Estado do Pará), a ocupação do Campus X de Igarapé-Açu, os protestos nos campus de Vigia e São Miguel mostraram que nós, estudantes, podemos sim mudar um cenário de precarização com a luta.

#17O: Juntos! Na Marcha da Educação em Belém

A situação de descaso é tão extrema que levou a categoria docente em diversos Estados e Municípios a paralisarem suas atividades e aderirem a greve que vem tomando proporções nacionais e seguem com força pelo reflexo que foi o levante de junho no Brasil.