A violência nossa de cada dia

Acordo mais um dia, como de costume vemos as notícias da manhã. Os jornais, telejornais e o rádio anunciam mais uma tragédia terrível. Seis pessoas mortas na minha cidade, três no meu bairro. Desses, um tinha 24 anos, outro 19 anos e um era menor de idade, 17 anos.

Convoque sua luta na USP

Queremos unir as diversas lutas na USP, e queremos que o movimento estudantil dessa universidade se conecte cada vez mais com o movimento estudantil nacionalmente, pois a luta é uma só.

Somos Todas Ingred Israel! Machistas Não Passarão!!

Queremos justiça! Ingred, que foi ativista do movimento estudantil e em diversos momentos fortaleceu a luta por saúde e educação pública de qualidade, não voltará, mas estará presente em cada mulher que se indigna com as desigualdades de gênero, violência contra mulher e qualquer tipo de opressão.

Imoral é o teu preconceito!

Enquanto a laicidade do Estado não for levada a sério pelos políticos que deveriam advogar em favor de todos sem diferenciação e a preferências religiosas não passarem longe das decisões políticas, vamos lutar e protestar incansavelmente pelos nossos direitos.